Menu

Receita de risoto de abobrinha verde e alho-poró

Esta receita de risoto de abobrinha verde e alho-poró da Carol e do David é incrível! Rápida de fazer. É uma ótima opção para comer no jantar, pois é muito leve. O risoto sozinho já é suficiente, mas, se você preferir, pode servir com uma carne ou uma salada.

 

Ingredientes:

  • 1 alho-poró
  • ½ cebola
  • 2 abobrinhas verdes pequenas
  • 2 xícaras de arroz arbóreo
  • 1 taça de vinho branco
  • 1 litro de caldo de legumes
  • 200g de queijo parmesão ralado
  • 3 colheres de sopa (rasas) de manteiga
  • 1 colher de óleo de cozinha (só para a manteiga não queimar)
  • 1 fio de azeite extra-virgem
  • ½ xícara de tempero verde
  • Sal e pimenta

 

Modo de Fazer:

Coloque, em uma panela, uma colher de manteiga e regue-a com umas gotas de óleo comum. Refogue o alho-poró e a cebola. Assim que estiverem macios, acrescente as abobrinhas picadas com a casca e tudo e refogue mais um pouco. Não refogue muito para que as abobrinhas fiquem mais crocantes. Retire-as da panela e reserve-as.

Na mesma panela, coloque mais uma colher de manteiga com umas gotas de óleo e acrescente o arroz arbóreo. Frite-o um pouco e coloque por cima uma taça de vinho branco. Deixe o álcool evaporar e vá colocando o caldo de legumes aos poucos, mexendo sempre até o arroz ficar al dente. Se você preferir mais macio, deixe por mais tempo.

Antes de desligar o fogo, acrescente 100 gramas do queijo ralado e mexa mais um pouco. No final, junte ao refogado da abobrinha com o alho-poró a cebola, a pimenta e o sal. Se no caldo de legumes já tiver sal, não é necessário acrescentar mais. Desligue o fogo e junte o tempero verde.

Sirva em porções individuais, com queijo parmesão por cima, ralado ou em lascas, e um fio de azeite extra-virgem (do bom).

Ah….e um bom vinho!

Carol e David são duas figuras incríveis, que são amigos de minha filha há muito tempo. A Carol nem vou dizer há quanto tempo eu a conheço, pois ela pode não gostar! kkk

Carol e David são duas figuras incríveis, que são amigos de minha filha há muito tempo.
A Carol nem vou dizer há quanto tempo eu a conheço, pois ela pode não gostar! kkk

2 comentários

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *