Menu

Reforma do meu quarto: antes e depois

Meu quarto foi feito quando vim morar neste apartamento e, como em toda falta de inspiração e dinheiro, o quarto acabou sendo branco. Ele era bastante funcional, os móveis eram de boa qualidade, mas a aparência deixava a desejar, faltava personalidade.

Eu queria mudar meu quarto, mas não estava a fim de gastar muito. Ou seja, seria apenas uma reforma. Usei referências da decoração escandinava, mas, como sempre, deixei meu toque pessoal no ambiente.

Cores

Essas foram as cores que escolhi. Sou bastante colorida por natureza, mas também adoro mudanças radicais. Então, fui com tudo e radicalizei 🤔. Escolhi o preto, o chumbo, o rosa-seco, o bege e o branco.

Quarto

Antes

Depois

Meu quarto era branco de marasmo total. Deixei o cinza claro que estava nas paredes e coloquei um chumbo na cabeceira (na foto parece marrom, mas é chumbo). Eu queria mesmo era fazer cimento aparente, mas o profissional que iria fazer não poderia tão cedo e eu estava com pressa. No final, gostei do resultado. A posição do ar condicionado não deu para mudar, mas fazer o que né?…paciência. A marcenaria da cabeceira era feita com MDF branco. Troquei por uma madeira clarinha para trazer um pouco mais de aconchego ao ambiente.

Prateleira

Antes

Depois

Comprei essas prateleiras mais modernas e meu marido que instalou (como marceneiro ele é um ótimo engenheiro 😘). No final, não sobrou e nem faltou nenhuma peça. Ficou perfeita. Não estava querendo deixar meus colares aparentes, tentei pendurar dentro do armário, mas não foi funcional. Essa prateleira facilita muito para mim. A luminária em latão e cimento é meu xodó.

Criado-mudo

Antes

Depois

O criado mudo era estilo colonial brasileiro, comprei em móveis usados há mais de 20 anos, ele está em bom estado. Então, não me desfiz dele, mas coloquei-o em outro quarto. Queria algo com uma referência industrial para quebrar o “nhenhenhê” de quarto de menina e encontrei esse carrinho de escritório em ferro. Como ele tem rodinhas, facilita demais quando estou deitada. Ainda não encontrei uma caixa legal para colocar os controles remotos.

Depois

Para a outra lateral da cama, mandei fazer um criado-mudo com a mesma madeira da cabeceira. A luminária é um fio flexível com lâmpada direcionada.

Banco e tapete

Antes

Depois

Gostava do tapete, mas era pequeno demais. Encontrei um tapete igual, mas bem maior e um banco com pés hairpin legs, mais leve e moderno.

Tapetes laterais

Antes

Depois

Os tapetes laterais estavam mais para tapetes de banheiro do que de quarto. Eram medonhos. Seguindo a referência escandinava, coloquei um tapete de pele. É reconfortante pisar nesse tapete com os pés descalços.

Puxadores

Antes

Depois

Para dar um toque mais moderno sem gastar muito, mandei dar um banho de latão nos puxadores antigos.

Espelho

Antes e depois

O espelho era branco com arabescos em gesso. Estava bem ultrapassado. Arranquei os arabescos e mandei fazer laca fosca preta.

Lustre

O lustre era um spot, daquele com três lâmpadas, tipo: “o dia que eu encontrar um melhor eu troco”. Foi então que encontrei essa belezura. Meu genro instalou para mim. Coloquei uma lâmpada de led amarela para dar mais aconchego ao ambiente.

Quadros

Para a cabeceira da cama, fiz três quadrinhos. Em um coloquei uma imagem minimalista (download aqui); em outro, um trecho da música Construção, do Chico Buarque (download aqui); e o último, em preto, é uma foto que eu mesma tirei quando passei de lancha embaixo da ponte Hercílio Luz, em Florianópolis (Download aqui).

Roupas de cama

Nas roupas de cama, usei um edredom branco, sem colcha, para facilitar minha vida. Para o verão, tenho uma colcha em piquet cinza e outra branca – está mais do que bom, não preciso mais do que isso. Dei todas as minhas colchas que eram lindas, mas nada práticas. Fiz as fronhas rosas com um linho que estava dando sopa aqui em casa. Elas eram rosa baby demais, então tingi com chá preto. As almofadas, eu já possuía; e as fronhas chumbo são novas.

A manta é muito prática para o soninho da tarde. Mantive o quadro do anjo e da Thaís Zumblick, que me acompanham há muito anos. A cortina optei por uma modelo simples e leve feito em linho poliester.

Referências

Antes de começar a reforma fui pesquisando e acumulando imagens que encontrava na internet. Vejas algumas das minhas referências.

Preços e profissionais:

  • Pintura na parede da cabeceira: R$ 150,00 – Lico: (48) 99612-4116
  • Marcenaria da cabeceira: R$ 1.050,00 – Walter Móveis: (48) 99991-1254
  • Laca no espelho – Juvenil: (48) 3242-0876
  • Tecido da cortina (linho poliester): R$ 347,10 – Dois Anjos
  • Confecção da cortina: R$ 364,00 – Graça Cortinas: (48) 9977-6075
  • Tapete de pele: R$ 351,00 – Dois Anjos
  • Arandelas de led pretas: R$ 736,00  – Santa Rita
  • Abajour Klaxon: R$ 550,00 – Santa Rita
  • Lâmpada de filamento led: R$ 90,00 – Santa Rita
  • Puxadores (cromagem): R$ 230,00 – Cromagem Jahn
  • Luminária do teto (Structure): R$ 435,00 – Tok & Stok
  • Lâmpada led globo: R$ 99,90 – Brillia
  • Banco: R$ 129,90 – Angeloni Supermercados
  • Almofada Bege: R$ 94,90 – Angeloni Supermercados
31 comentários
  1. Ivelise
  2. Marinho
  3. Maria Augusta Piovesan
  4. janete
  5. Roselene Vanzella
  6. Eliane Martins Gonçalves
  7. Carmem Luciane Rodrigues Mesquita
  8. Janete
  9. Rachel
  10. Rachel
  11. Odete Silva
  12. Maurize

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *