Por um segundo

Há onze anos, no dia seguinte ao acontecimento de 11 de setembro, meu filho, na época estava com 10 anos, escreveu este poema. Achei incrível um menino daquela idade conseguir transformar em poesia algo que deixou sem palavras o mundo todo.

Por um segundo

Por um segundo
Estremece o mundo
Um corte profundo
Um grito imundo

Pelos corredores
Ecoam as dores

Por um momento
Um vento cinzento
Um toque, um tormento
Um berro adentro
Ecoante a voar

Um grito mudo
Um berro surdo
Um som agudo
Espalha no ar

Um momento de calma
Retalham-se as almas
E a morte se espalha
Até o luar

Um estalo crescente
Uma chama ardente
Um mundo incontente
Estarrece ao olhar

O terror cresce
O gigante desaparece
E o fogo perece
A beira do mar

Por um único segundo
Adentro de um mundo imundo
O desastre acontece
Por isso ninguém merece
Mas a dor prevalece
Até acabar

Por um segundo
Extremece o mundo
Um corte profundo
Não ira cicatrizar

Artur Mendes Cook

por-um-segundo

Este post tem 7 comentários

  1. Lindo poema do seu filho Artur Léia. Maravilhoso ele poder se expressar dessa forma sobre um acontecimento tão marcante para o mundo. Amei!

  2. Rebeca

    Meu Deus! Como ele, tão novo, conseguiu tansmitir de forma tão verdadeira e em forma de poesia a tragédia? Rapazinho de talento, hein? Agora já deve estar um "rapagão", né?

    1. Léia Cook

      Rebeca, já está com 21 anos, mas continua sendo o" tchuca da mãe". Faz engenharia de automação na UFSC, só que ganhou uma bolsa e atualmente esta em uma universidade dos USA, fazem 9 meses que só vejo ele pelo Skype. É um ser humano iluminado, não julga e não fala mal de ninguém. É a bondade em pessoa, tenho muito a aprender com ele. E a saudade dói demais!!!!

  3. Léia, posta os desenhos dele com 3 anos de idade… Este teu filho é um artista.. porque ele trabalha com ciência hein? Eu sei que ele é meio bom em tudo…bem que ele seja feliz naquilo que escolher… Um beijo Silvana

    1. Léia Cook

      Silvana qdo foi fazer vestibular as únicas coisas que ele não queria fazer eram na área da medicina e direito. Uma coisa que sei que ele gosta muito é teatro, até foi procurar lá nos USA algum teatro. Não sei se encontrou.

      bjsss

Deixe uma resposta