Pudim de milho verde

pudim de milho verde

Neste mês de maio, encontrei-me com minhas amigas do Colégio Madre Tereza Michel, de Criciúma, da turma de 1971. Foram 26 mulheres. Naquela época, não havia meninos. Foram risos, brincadeiras e muitas, mas muitas lembranças. Foi uma delícia ver minhas amigas tão queridas de tantos anos. Criamos até um perfil no Instagram @michelinas71 e combinamos de nos encontrarmos todos os anos.

No dia do encontro, houve uma brincadeira de “amigo culto” – sim, é isso mesmo, “amigo culto”. Cada uma levou um livro e a gente ia pegando aquele que nos agradasse. Claro que eu peguei um de culinária, da minha amiga Lene. O título do livro é Maria Melado – sobremesas geladas e quentes, de 1999.

Então, resolvi fazer um pudim de milho-verde. Mudei algumas coisas que não faziam sentido e acrescentei outros ingredientes. No final, ficou delicioso.

pudim de milho verde

Ingredientes

  • 6 espigas de milho-verde cruas
  • 3 xícaras de chá de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 3 ovos inteiros
  • 1 pitada de sal

Para a calda:

  • 1 xícara de chá de açúcar cristal
  • 1 xícara de água

Modo de fazer: 

  1. Comece pela calda. Em uma forma de pudim, coloque o açúcar e a água e deixe cozinhar até ficar levemente dourado, em ponto de fio ralo, não deixe escurecer muito. 
  2. Com a ajuda de uma colher, passe o caramelo em todos os lados da forma. 
  3. Debulhe o milho com a ajuda de uma faca grande.
  4. Coloque no liquidificador e bata com 2 xícaras de leite. 
  5. Bata bem e coe em uma jarra grande. Descarte o bagaço.
  6. Passe uma água no liquidificador para tirar os restos do bagaço. 
  7. Com o liquidificador limpo, coloque o leite condensado, os ovos, uma pitada de sal, o caldo do milho e o resto do leite. Se não couber tudo, faça em etapas.
  8. Bata bem e despeje na forma de pudim previamente caramelizada.
  9. Tampe e coloque no fogo, dentro de uma panela grande, em banho-maria. 
  10. Deixe cozinhar por 2 horas.
  11. Deixe esfriar. Coloque na geladeira por, no mínimo, 6 horas.
  12. Desenforme e sirva.
pudim de milho verde
Dicas:
  • A calda tem que ser rala porque o pudim vai ser cozido por 2 horas. Se você fizer muito escura, vai ficar queimada.
  • Esse tempo de 2 horas é necessário para o milho cozinhar bem.
  • Procure comprar milhos bem branquinhos, são mais macios e suculentos.
  • Se o seu liquidificador for grande, pode colocar todas as xícaras de leite no início do preparo.

Este post tem 3 comentários

  1. Sandra

    Léia, amo seus posts! Não sei o que é melhor, a receita ou o texto (Sou jornalista. Além dos pudins, aprecio também textos bons como os seus!). Essa do amigo culto foi ótima, vou experimentar por aqui, uai!
    Abraço!

    1. Coisas da Léia

      Sandra, tu não imaginas a alegria que me destes…eu sempre achei que escrevia mal. Na verdade, eu comecei com o blog, em 2010, só para aprender a escrever. Eu não tinha pretenção nenhuma com ele, só mesmo aprender a escrever. Não aprendi ainda, kkkkk, mas ele cresceu tanto que tive que fazer uma pós, em mídias digitais. Hoje eu tenho 3.000 acessos por dia. Para um blog caseiro, tá ótimo.
      Uma coisa que sempre procuro fazer, colocar emoção e me desarmar quando escrevo, afinal não sou jornalista, sou apenas uma blogueira caseira.

      Beijos querida, obrigada e boa semana pra vc.

Deixe uma resposta