Menu

Economia doméstica: truques na cozinha

Economia doméstica - família cozinhando

Durante os 45 anos que eu trabalhava fora e tinha os filhos em casa, mantive uma empregada doméstica. Eu chegava às 13 horas em casa para almoçar, por isso nunca cozinhava e pouco prestava atenção à economia doméstica.

No entanto, depois que me aposentei e meus filhos criaram asas, eu e meu marido resolvemos ficar somente com uma faxineira semanal. A mesma que foi nossa empregada durante 18 anos. Faz uns 3 anos; desde então, estamos nos virando muito bem.

Agora tenho mais tempo para cozinhar, algo que faço com prazer. Então, fui prestando atenção e criando truques na cozinha para fazer uma economia doméstica eficiente e reaproveitar os alimentos e, é claro, criar uns atalhos para facilitar na hora de elaborar as refeições.

Economia doméstica: truques na cozinha

Planeje suas refeições

Faça um cardápio semanal para o almoço, jantar e lanches.

  • Não precisa ser algo engessado, mas tenha em mente o que você gostaria de comer durante a semana. 
  • Confira seus compromissos da semana e veja quais dias você vai poder cozinhar. 
  • Verifique se você vai almoçar fora algum dia da semana ou se vai chegar em casa na hora do almoço. 
casal comprando no supermercado

Faça uma lista de compras

Com o cardápio semanal planejado, faça uma lista de compras, mas, para ajudar na economia do lar, veja antes o que você já tem em casa.

  • Compre somente a quantidade que você vai usar naquela semana. 
  • No supermercado, crie foco, vá diretamente nos produtos que estão na lista, não fique olhando novidades para não cair na tentação de comprar o que não vai usar.
  • Das marcas que você gosta, escolha sempre a mais barata.
  • Fique atento à validade dos produtos, muitos estão em promoção porque o prazo de validade está quase vencido.
  • E, por último, não vá ao supermercado com fome.
Economia doméstica - mulher estocando alimento

Verifique onde vai guardar

A forma como você guarda o alimento é muito importe para que não haja desperdício.

  • Se você costuma guardar em potes, só coloque dentro se estiver vazio, mesmo que seja o mesmo alimento. Acabe primeiro o que está dentro do pote antes de colocar o novo. 
  • Com uma caneta permanente, escreva o nome do alimento e a data de validade. Faça isso antes de jogar o recipiente original no lixo para não esquecer de ver a data. Temperos também têm data de validade.
  • Quando for guardar no armário, traga os mais velhos para a frente e coloque os que você acabou de comprar atrás.
  • Quando está muito quente, as frutas estragam mais facilmente. Coloque-as na geladeira, mas não lave. A umidade faz com que elas estraguem mais facilmente. Ou, então, lave-as e enxugue-as muito bem.
  • Produtos que estragam mais facilmente, deixe-os na parte mais visível da geladeira.
dicas de congelamento - frutas congeladas - Economia doméstica

Dicas para congelamento

O congelador é um aliado na economia doméstica para quem quer conservar os alimentos por mais tempo.

Sobras

  • Essa é uma ótima forma de economizar, se você não vai comer o alimento novamente até o dia seguinte. Congelar é uma ótima forma de economizar.
  • Congele o alimento logo após acabar a refeição; apenas deixe amornar um pouco antes de levar ao congelador.
  • Anote no pote o nome do prato e a validade; geralmente é de 3 meses.

Legumes e verduras

  • Muitos legumes e muitas verduras você não irá usar até acabar, veja aqui o que pode ser congelado
  • Legumes já cortados e congelados facilitam muito na hora de preparar um prato, vai direto para o fogo. 
  • Para sopa, eu costumo congelar, picados, cenoura e talos de salsão.

Frutas

  • Se você perceber que a banana ou a manga vão estragar, descasque-as, corte-as em fatias grandes e congele os pedaços separadamente em uma bandeja. Quando estiverem bem congelados, coloque-os em um pote e deixe no congelador. Eles podem ir diretamente para a vitamina ou servem também para fazer sorvete.
  • Frutas vermelhas também congelam muito bem e são perfeitas para fazer sucos, sorvetes e geleias.

Pratos prontos

  • Descongelar pratos prontos é uma ótima forma de facilitar na hora da pressa. 
  • Escolha um dia da semana para preparar os congelados. Peça ajuda da família ou de amigos.
  • Você pode congelar arroz, molhos, carnes ensopadas, almôndegas, alguns legumes ensopados; e o melhor: cebola e alho refogados facilitam muito na hora de preparar a comida.
  • Use caneta permanente para anotar o nome do prato e a data de validade em cima do pote. Depois, esfregando um pouco, o escrito sai facilmente e você pode aproveitar o mesmo pote para fazer novos congelados.
  • É impossível fazer feijão só para um dia quando a família é pequena. Cozinhe bastante, apenas com sal e louro e congele em pequenas porções. Tempere na hora que for esquentar.
  • As sopas, se não tiverem batatas, ficam perfeitas para congelar. Imagine, em um dia frio, chegar em casa e ter uma sopinha esperando por você.
Economia doméstica

Reaproveitamento: um grande aliado na economia doméstica

Se sobrou comida do jantar e você quer que ela não apareça com a mesma cara na mesa. Veja estas dicas a seguir:

  • Na geladeira: Antes de fazer a refeição, verifique na geladeira o que está fazendo aniversário e invente um prato com ele. Se tiver muitos legumes, invente uma sopa.
  • Talos dos legumes: faça uma farofinha e finalize com raspas de limão. Depois me conta como ficou. Eles também podem ser refogados.
  • Sobras de arroz: faça bolinhos de arroz, pode usar os talos acima. Arroz de forno também fica uma delícia, ou simplesmente congele.
  • Carnes, frangos e peixe: pique ou desfie, depois guarde ou congele. Você pode usar para risotos, carreteiros (com o arroz que sobrou), molhos, misturar em saladas ou fazer sanduíches.
  • Pão: congele no mesmo dia, quando ainda estiver fresquinho, pão amanhecido não dá para congelar, mas você pode fazer torradas com esses pães, brusquetas, pudim de pão ou simplesmente molhe-os levemente antes de levar ao forno para aquecê-los. 
  • Pão caseiro: faça uma quantidade maior para congelar. Deixe esfriar bem e congele em seguida.
  • Saladas: deixe o molho separado. Sobrou é só guardá-las para o outro dia. Veja como guardar verduras na geladeira.
criança com uma salada

Envolva a família na cozinha

Muitas vezes você não vai poder cozinhar, e uma boa alternativa é ensinar o básico para os familiares como:

  • Descongelar e esquentar os pratos prontos. Aqui vale micro-ondas, forno, banho-maria ou diretamente no fogo.
  • Finalizar pratos que você preparou anteriormente.
  • Fazer arroz ou cozinhar macarrão.
  • Fazer ou apenas lavar a salada.
  • Fazer o suco de frutas.
  • Arrumar a mesa.
Economia doméstica - sopa

Conte-me, nos comentários abaixo, quais os truques que você usa para melhorar a sua economia doméstica.

4 comentários
  1. Meliza

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *