Menu

Organização de gavetas: por Tsukie Takagi

organização de gavetas

Olá, meu nome é Tsukie Takagi, mas, por favor, me chame de Tsu. Sou comadre de mentirinha da Léia, e ela me convidou para falar sobre organização de gavetas. Afinal, se tem algo que temos nesta quarentena é de tempo para arrumar as gavetas. 

No final do post, falo um pouco mais da minha história, como cheguei ao Brasil e como me tornei uma personal organizer da T2Organiza.

Então, mãos à obra para a organização de gavetas!

  1. Retire tudo da gaveta. Sim. Tudo! Essa etapa é super importante para você ter a noção do volume de coisas que você tem. 
  2. Não organize tralhas, como já dizia aThais Godinho. Faça uma triagem minuciosa de tudo que saiu da gaveta. Separe em:
    1. Descarte
    1. Doação
    1. Conserto
    1. Fica (somente coisas que são necessárias ou que fazem você feliz).
  3. Verifique se precisa de organizadores. Se for uma gaveta de itens pequenos, como de material escolar, talheres ou de costura, convém usar organizadores que delimitem a bagunça. Existem muitos modelos no mercado, mas use a criatividade e aproveite o que já tem em casa! Potes de margarina ou de sorvete, caixas de presente ou embalagens de celulares são uma ótima pedida para esses casos. Veja aqui como fazer gabarito de dobras.
  4. Se for uma gaveta de roupas, prefira a dobra a laMarie Kondo. O nome da dobra édobra em arquivo. Ela possibilita que você veja todos os itens de uma vez só além de otimizar muito o espaço. Você já ouviu aquela máxima, né? Você só usa o que você vê!
  5. Pronto. Agora que você já fez a organização das gavetas, falta você identificar o que está dentro. Muitas vezes, os objetos dizem por si só, mas, em outras, você precisa nomear até para facilitar a vida de outras pessoas que a utilizam, ou até mesmo, a sua diarista.

Organização de gavetas: a T2Organiza apoia essa causa!

E aí, vamos aproveitar esse tempo para se reconectar com a casa? Quem sabe seja uma ótima oportunidade para organizar a gaveta que existe dentro de você. 

Tsukie Takagi personal organizer da t2organiza

Tsukie Takagi

Personal Organizer da T2Organiza

Japinha, casada com um japa-carioca, engenheiro civil, mãe de dois meninos adolescentes (lindos).

Depois de mais de 20 anos trabalhando no mundo corporativo, buscando o meu propósito na área de Gestão de Pessoas, pedi as contas. Desisti de dar murro em ponta de faca, é assim que fala?

Hoje, levo bem-estar para os meus clientes. Dizer que eu transformo vidas é meio arrogante kkkk, gosto de dizer que eu facilito as rotinas, otimizo espaços, coloco leveza na vida dessas pessoas. Sou personal organizer.

A minha memória mais antiga é de alinhar todos os brinquedos no rodapé do apartamento minúsculo de Hiroshimaonde eu morava. Acho que eu tinha uns três anos de idade e me lembro de ter mostrado com muito orgulho para minha mãe. A minha mãe, por sua vez, uma exímia virginiana, me apresentou, desde cedo, o prazer de se viver numa casa simples, mas limpa, organizada e com lençóis cheirosos e bem esticadinhos.

Muita coisa aconteceu desde então e, quando eu percebi, estava no meio da tormenta de uma vida adulta, tentando desempenhar com dignidade os inúmeros papéis e “viver” ao mesmo tempo. Saía de casa cedo, junto às crianças, e chegava, tarde da noite, com laptop na mão, quando elas já estavam dormindo. 

Esse período foi muito doloroso para mim. Nunca me senti tão desgastada e deprimida. 

Foi nas férias que consegui negociar, depois de sete anos nonstop, que decidi encontrar a solução para o meu problema. Não sabia muito bem por onde começar, mas, enquanto eu pensava, como um movimento automático e involuntário, fui organizando as gavetas do guarda-roupa das crianças. Conforme eu ia arrumando a bagunça, ordenando as peças de roupa, os espaços, algo aconteceu. Percebi que a minha mente estava mais tranquila, não sentia mais o coração acelerado e até podia arriscar que sentia paz interior. Era como se eu resgatasse a sensação boa daquela época de criança. Sim, eu havia me reconectado com a casa.

Ainda voltei ao meu trabalho no final das férias, mas meio ano depois, estava pedindo as contas. Três meses depois, abri a minha empresa de organização residencial, a T2Organiza


Veja aqui: Dicas de como organizar os ambientes da casa
Nenhuma comentário

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *