Menu

Reciclagem de móveis: Formicas de Mondrian

A Formica surgiu nos Estado Unidos em 1905 quando George Westinghouse adquiriu uma patente Suíça para colar papel e mica com resina de goma laca, para fabricação de seus isolantes elétricos.

Ela começou a ser fabricada no Brasil em 1953, no bairro da Barra Funda em São Paulo, a empresa produzia lonas de freio, pó de moldagem, formol e resinas sintéticas, era pioneira em oferecer os laminados da marca Formica no país, apresentando o primeiro laminado plástico de alta pressão produzido no Brasil em 1956.

Práticas e duráveis, os móveis em laminado povoaram as nossas casas a partir dos anos 60, eram principalmente nas cores azul e vermelho. Depois vieram outras variações. Acredito que todos que nasceram antes dos anos 80 lembram, com um pouco de nostalgia, dessas cozinhas. Durante muitos anos Formica era sinônimo de laminado. Hoje esses laminados são bem mais sofisticados.

Mas o que fazer se você não quer se desfazer desses móveis?
Já que possuem linhas retas o ideal é dar a eles uma ar mais moderno, como esses das imagens abaixo, inspirados nas pinturas abstratas do pintor holandês Mondrian. São pintados com as cores básicas vermelha, azul, amarela, branca e preta.

 

Esses móveis não fui eu que fiz, mas no site onde os encontrei não existe o modo de fazer, então vou passar a mesma técnica que usei em outro móvel de laminado que pintei aqui em casa.

Material usado

  1. Móveis em laminado
  2. Lixa fina
  3. Tinta esmalte a base de água para madeiras e metais nas cores vermelha, azul, amarela, branca e preta (compre as cores bem básicas)
  4. 1 rolinho para pintura
  5. Fita crepe
  6. Puxadores em Preto e Branco

Modo de fazer

Lixe todo o móvel com a lixa fina e depois limpe bem. Delimite as partes coloridas com a fita crepe. Passe 2 demão em cada uma, deixando secar entre uma e outra. Depois de tudo bem seco faça as faixas com a tinta preta. No final coloque os puxadores.

Fonte: mariafiterformicaarquitetonline.

2 comentários

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *