Menu

Está na moda?

casa-retroHá uns 30 anos, todos pintavam suas casas na cor branca com as janelas em outra cor contrastante. A minha rua inteira era uma monotonia só. Quando pintei a minha de rosa antigo, senti que houve um buchicho na rua, minhas amigas riram de mim, como se aquilo fosse algo muito estranho.  Não moro mais lá, mas sei que hoje a  rua está bem mais colorida.

Sempre me incomodou muito o “está na moda”. Como se isso fosse uma obrigação.

É muito chato estar provando uma roupa  numa loja e ouvir a vendedora dizer: “está na moda, todo mundo usa”. Pronto, se todo mundo usa, não quero mais essa roupa. Afinal, já passeia da adolescência e não preciso mais ser igual a todo mundo para ser aceita. Essa modinha é muito chata: é um tal de “maria-vai-com-as-outras” irritante.

Decoração então! Atualmente, você entra em uma casa e parece  estar num showroom. Falta graça, falta vida, falta a alma dos moradores. São casas totalmente sem personalidade. Pessoalmente, prefiro uma casa cafona, mas com a cara do dono, do que uma totalmente sem personalidade no estilo bege, para não enjoar.

Está na hora de reinventar, de ousar, de criar, de ficar atento a sua volta e ao  modo como você vive e consome. Precisamos ter mais a cultura do design, do faça você mesmo, do reaproveitamento e usar a moda como tendência a favor da nossa necessidade e não como puro modismo.

É muito bom ter um olhar diferente sobre os objetos. Reinventar seu uso, sem preconceito, sem a pretensão de “parecer coisa de rico”, mas simplesmente de ser lindo ao seu olhar e apenas agradar a você. Afinal a casa é sua. Sinta-se livre para fazer como quiser.

4 comentários
  1. Anônimo

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *