Menu

Casa de Mãe ❤ resgate de boas sensações

Como era ou é a casa de sua mãe? Qual a parte da casa que você lembra com mais carinho? Qual o ambiente que representa mais a sua mãe ou que te dá aconchego?

Foi assim que pedi a alguns amigos do blog para me enviarem fotos de cenas ou ambientes da casa de sua mãe. A intenção é resgatar um pouco da memória de um tempo que é, ou era, muito bom. Alguns textos foram enviados, outros eu compus conforme as informações que me enviaram ou que eu já conhecia.

Essa foto é da casa de praia de minha mãe. No início de noites quentes, após o jantar, ficávamos atrás da casa conversando. Na foto, minha mãe e meu cunhado sentados, meu pai na porta e eu cantando "Boi da Cara Preta" com minha sobrinha Graziela. Muitas saudades dessa casa e desse tempo bom! Léia Mendes Cook (filha) ❤ Olímpia (Lili) Cadorin Mendes (mãe).

Essa foto é da casa de praia de minha mãe. No início de noites quentes, após o jantar, ficávamos atrás da casa conversando. Na foto, minha mãe e meu cunhado sentados, meu pai na porta e eu cantando “Boi da Cara Preta” com minha sobrinha Graziela. Muitas saudades dessa casa e desse tempo bom! Léia Mendes Cook (filha) ❤ Olímpia (Lili) Cadorin Mendes (mãe).

 

Adriane_Alzira

“Polenta na chapa, fogo de lenha, cozinha quentinha, café com leite, aconchego e muito amor. Obrigada por tudo, mãe”. Adriane Canan (filha) ❤  Alzira Canan (mãe).

 

isabela

“Na casa da minha não faltam plantas, comidinhas gostosas, aconchego, cheirinho de café e muito muito muito amor. Por tudo isso, eu adoro passar umas horinhas e até um dia inteiro matando a saudade dela e de todos os mimos de mãe que tanto sinto saudade”. Isabela Kastrup ❤  Na foto sua mãe.

 

silvana-tereza

“Minha mãe, nos nossos aniversários, não fazia festa, mas sempre tinha bolo, “parabéns pra você” e uma única fotografia com o fotógrafo mais famoso da cidade. Esta sou eu no lugar mais bonito da casa: a sala de estar. Esta mesa era linda, duas cores, pés palitos, bem anos 60. O vaso ao lado ainda continua com minha mãe e eu o adoro! Lembro das cores que as plantas foram tingidas dentro dele e da textura delas. O vestido era novíssimo, lindo , feito para a ocasião, artesanalmente. O bolo foi feito pela minha mãe, com capricho. Acho que eu estava fazendo 4 anos de idade, isso em 1962. No dia 10 de maio de 2015, domingo das mães, estarei completando 57 anos. Penso que eu gosto de ter nascido mulher, de ser mãe e de ter aprendido boas coisas com minha mãe!” Silvana Búrigo (filha) ❤ Tereza Búrigo (mãe).

 

barbara-iviolete0

“Morei nessa casa de 89 a 94. Foram 5 anos da minha infância que me lembram muitas coisas boas! Lembro muito desse jardim, todo cuidado pela minha mãe. Inclusive lembro uma vez que eu saí correndo por essa porta, porque minha mãe queria me enfiar, goela abaixo, Novalgina gotas, pois eu estava doente! Traumatizou tanto… Hahahaha…não posso mais ver uma Novalgina, Magnopirol ou chá preto na minha frente!”. Bárbara Hilsendeger (filha) ❤ Iviolete Hilsendeger (mãe).

 

anna-maria-helena

“É assim que eu te vejo e é nesse lugar que vais viver para sempre! Minha jardineira, meu exemplo maior de mulher, eu te amo profundamente e te venero. Agradeço, sobretudo, pela mãe que tu és!” Anna Diniz ❤ Maria Helena Diniz (mãe).

 

rejane0

Na foto Rejane, quando jovem e atrás dela a grutinha, no quintal da casa de sua mãe, onde ela rezava e acendia uma velinha para pedir proteção para toda a família. Nas outras fotos, Rejane e seu irmão Renato, na varanda, onde sua mãe gostava de sentar-se. Rejane Bez Batti (filha) ❤ Isolina Puccini Bez Batti (mãe).

 

criscardoso_loreci-

“Talvez você não encontre tão facilmente, mas meus olhos treinados numa infância feliz logo enxergam aquelas paredes cinzas sendo levantadas, lá no fundão à direita, depois do poste. Era 1979, eu tinha 8 anos. Havia acabado de ganhar um irmão, ia morar ao lado da casa da minha avó – que vivia cheia de primos. Tinha esse playground verdão na frente e o mar a 300 m. A partir desse ano, meu nariz, minhas bochechas e meus ombros não souberam mais o que era passar um verão sem bolhas de queimaduras. Não se falava em protetor solar nem em falta de vitamina D. E eu não queria outra coisa. Minha mãe, Loreci, começava a se acostumar com a ideia de só me ver durante as refeições ou na hora de dormir. O resto do tempo eu estaria na minha casa preferida, que era na rua ou na praia. Mas ela não sofria com isso. Sabe ela que estamos sempre de mãos dadas”. Cristiane Cardoso (filha) ❤ Loreci Cardoso (mãe).

 

bea-heron-cris

“Sempre que convido alguém para passar um dia na minha casa, eles saem de lá elogiando o ambiente. Que a sala é bonita, que o apartamento é aconchegante. E sempre elogiam a minha mãe. “Tua mãe é muito legal, eu queria que a minha mãe me entendesse como a tua.” A mãe consegue conversar sobre qualquer coisa, e ter uma opinião que faz todo o sentido e que pode mudar o jeito que tu acreditavas que era o certo. Acho que a casa não seria tão interessante se eles não conhecessem a mãe lá dentro”. Beatriz Cardoso (filha) ❤ Cristiane Cardoso (mãe).

 

bel-maria-vieira

“Casa de mãe, é sempre uma alegria, que bom poder contar com a presença da minha mãe aos 84 anos, bolinho de chuva, pão de casa com manteiga quentinha, tudo ela proporciona para deixar tudo mais aconchegante e feliz. O cantinho preferido dela é cuidando das suas orquídeas, que retribuem tanta dedicação e carinho, com flores lindas que encantam a todos”. Maribel Vieira Carpes (filha) ❤ Maria Vieira (mãe).

 

ioelete-izabela

Iolete é minha irmã e sua filha me enviou essa foto. Nessas poltronas, ela, que é apaixonada por plantas, senta para visualizar o mar e curtir seu jardim, que ela cultiva com muito cuidado. Izabela Mendes Zin (filha) ❤ Iolete Mendes (mãe).

 

isaura_ana

Minha prima Ana Maria me enviou essa foto de sua mãe. Minha tia Isaura que adorava cozinhar e juntar toda a família sempre em volta da mesa. Ana Maria Cadorin (filha) ❤ Isaura Cadorin (mãe).

 

 

18 comentários
  1. Carmen Pedroso

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *